Segunda-Feira, 27 de Outubro de 2014

Página Inicial>Mundo

Wikileaks: Em documentos vazados, EUA criticam plano de defesa brasileiro

Os despachos, dedicados à análise da END, foram enviados pelo então embaixador dos EUA no Brasil, Clifford Sobel

Publicada: 01/12/2010 - 13h25m|Fonte: Opera Mundi|Versão para impressão|

  • Wikileaks: Em documentos vazados, EUA criticam plano de defesa brasileiro
Matéria publicada originalmente emOpera Mundi


Dois despachos confidenciais enviados pela embaixada norte-americana em Brasília a Washington no início de 2009 criticam a Estratégia Nacional de Defesa (END), plano que havia sido lançado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em dezembro de 2008. Esses documentos fazem parte das mais de 250 mil mensagens secretas interceptadas e divulgadas pelo grupo ativista Wikileaks.

Os despachos, dedicados à análise da END, foram enviados pelo então embaixador dos EUA no Brasil, Clifford Sobel. Neles, há críticas em relação ao anseio da Marinha brasileira de ter um submarino nuclear, e dúvidas sobre o modo como as forças armadas serão usadas futuramente, principalmente na proteção da região amazônica e da costa brasileira, após a descoberta das reservas de petróleo da camada do pré-sal.

"Não há nenhuma ameaça às reservas de petróleo brasileiras, mas os líderes brasileiros e a mídia têm citado as descobertas de petróleo no mar como razão urgente para melhorar a segurança marítima. Essa preocupação se fundiu à busca de duas décadas do Brasil por um submarino nuclear, dando um novo ímpeto à pesquisa sobre um pequeno reator para propulsão naval”, descreve uma das mensagens enviadas no dia 9 de janeiro de 2009, divulgada nesta quarta-feira (01/12) no site do Wikileaks

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook