Segunda-Feira, 27 de Outubro de 2014

Página Inicial>Brasil

Gregório Duvivier é ofendido em restaurante no Rio , após declarar voto em Dilma

Como diria Nelson Rodrigues, os idiotas perderam a modéstia e os agressores, de alma fascista, agora saem da toca.

Publicada: 16/10/2014 - 19h32m|Fonte: Ancelmo Gois e Brasil 247|Versão para impressão|

  • Ator e escritor Gregorio Duvivier foi agredido após publicar coluna em que criticava “ódio ao PT” e
  • Ator e escritor Gregorio Duvivier foi agredido após publicar coluna em que criticava “ódio ao PT” e
    Foto: /Michel MOntefeltro/G1
O discurso de ódio ao PT, que vem sendo alimentado há vários anos por colunistas de extrema direita e meios de comunicação conservadores, já deságua em violência. Ontem, a vítima foi o poeta e ator Gregório Duvivier, que integra o grupo de humor Porta dos Fundos. O relato está na coluna desta quinta-feira do jornalista Ancelmo Gois, no jornal O Globo:

Gregório Duvivier almoçava ontem no Celeiro, no Leblon, quando um sujeito disse que não ficaria mais ali porque ia “acabar metendo a porrada” nele. O talentoso ator e escritor ficou calado.

Mas o agressor continuou o xingamento, dizendo que ele era da “esquerda caviar” e que deveria estar almoçando no bandejão, “já que gosta tanto de pobre”. Meu Deus!

Dois dias atrás, em artigo publicado na Folha de S. Paulo, Duvivier criticou a patrulha política para que votasse em Aécio Neves e declarou seu apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

“Nos postes da cidade, os adesivos se multiplicam. ´Aqui se vota Aécio´. Você, que não vota como o poste: ame o Rio – ou deixe-o. Aqui não é sua área. Aqui se brinda pelo fim da maioridade penal. Aqui a gente cansou da corja do PT e quer gente nova – mas logo quem? O mensalão tucano, a compra da reeleição, o aeroporto, o helicóptero, tudo virou pó”, disse ele. “A militância de jipe e os comentaristas de portal não me dão essa opção. Se quem defende causas humanitárias e direitos civis é tachado de petista, não me resta outra opção senão aceitar essa pecha”, escreveu.

Instantes depois, o colunista Rodrigo Constantino, conhecido como o menino maluquinho da Veja e que disseminou a expressão “esquerda caviar”, publicou artigo afirmando que o apoio de Gregório Duvivier a Dilma representaria “mais um ponto” para Aécio. “Causas humanitárias? Tipo… aquelas adotadas na Venezuela ou em Cuba, países que o PT defende? Direitos civis? Tipo… aqueles presentes nos países islâmicos que o PT também defende? Pergunto-me: pode apenas a burrice explicar algo assim?”, questionou o colunista de Veja, tão troglodita quanto alguns de seus colegas e o agressor de Duvivier.

Como diria Nelson Rodrigues, os idiotas perderam a modéstia e os agressores, de alma fascista, agora saem da toca.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook