Quarta-Feira, 10 de Dezembro de 2014

Página Inicial>Brasil

Em greve, professores se concentram na Prefeitura e aguardam reunião com Olarte

Cerca de 200 pessoas participam do protesto. Eles saíram da sede da ACP, na Rua 7 de Setembro, no centro, e caminharam até a Prefeitura.

Publicada: 08/11/2014 - 16h13m|Fonte: Mídia Max News|Versão para impressão|

  • Professores da rede municipal foram impedidos de entrar na Prefeitura de Campo Grande
  • Professores da rede municipal foram impedidos de entrar na Prefeitura de Campo Grande
    Foto: Luiz Alberto
Professores da rede municipal foram impedidos de entrar na Prefeitura de Campo Grande. Os profissionais da Educação bloquearam a Avenida Afonso Pena, na manhã desta sexta-feira (7) até chegarem ao Paço Municipal. Eles querem uma garantia do prefeito Gilmar Olarte (PP) para cumprimento de lei.

Segundo o presidente da ACP (Associação Campo-Grandense dos Profissionais da Educação), Geraldo Rodrigues, o professor que tem curso superior que fizer 40 horas/aula por semana, se receber o reajuste de 8,46%, deve receber R$ 5.092,00.

Cerca de 200 pessoas participam do protesto. Eles saíram da sede da ACP, na Rua 7 de Setembro, no centro, e caminharam até a Prefeitura, bloqueando a Afonso Pena. Ao chegarem ao Paço Municipal foram barrados pela Guarda Municipal que foi reforçada.

Os profissionais querem uma garantia de Olarte que o reajuste vai ser pago imediatamente. Eles não aceitam adiar para 2015. A categoria começou a greve ontem (6). Enquanto isso, o prefeito está em São Paulo (SP), tentando obter recursos para garantir o pagamento do reajuste salarial dos professores.


Juliene Katayama e Yarima Mecchi

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook