Segunda-Feira, 27 de Outubro de 2014

Página Inicial>Política & Economia

Apoio do ator Mark Ruffalo não durou 24 horas

Mark Ruffalo deixa de apoiar Marina Silva, após saber de posição da candidata em relação ao casamento gay e aborto.

Publicada: 30/09/2014 - 14h04m|Fonte: Pragmatismo político|Versão para impressão|

  • Desespero faz campanha de Marina, procurar apoio até de ator de Hollywood que nem conhece Marina
  • Desespero faz campanha de Marina, procurar apoio até de ator de Hollywood que nem conhece Marina
Um dia depois de gravar um vídeo de apoio à candidatura à Presidência de Marina Silva, do PSB, o ator norte-americano Mark Ruffalo, que interpretou Hulk na série de filmes “Vingadores”, retirou seu apoio a Marina, após “tomar conhecimento” de que a evangélica da Assembleia de Deus é contra o casamento gay e os direitos reprodutivos da mulher.




No texto divulgado nesta segunda-feira em seu Tumblr oficial, o ator diz que não sabia sobre sua posição ao gravar o vídeo. “(…) só vi o seu debate, onde ela disse que apoiou o casamento gay, e vim a descobrir depois o fato de que seu partido retirou o apoio a esta questão. Eu não posso, em sã consciência, apoiar um candidato que tem uma abordagem dura em relação a questões como o casamento entre homossexuais e os direitos reprodutivos, mesmo que o candidato esteja disposto a fazer a coisa certa sobre as questões ambientais”, escreveu o ator.

No vídeo, divulgado pela campanha de Marina nas redes sociais no último domingo (28), Ruffalo diz que a candidata é uma das “mais interessantes e animadoras pessoas no cenário político mundial, hoje em dia”.

O ator também disse em seu texto não ser especialista em política brasileira mas que os “direitos das mulheres, direitos dos homossexuais e os direitos ambientais” fazem parte do seu conjunto de visão de mundo e que fica impossível para ele endossar um candidato em particular que não tenha essa mesma visão das três questões.

Quanto aos direitos reprodutivos da mulher citado pelo ator, Marina sempre se declarou contra o aborto. No perfil oficial da candidata, a campanha de Marina respondeu em inglês a Ruffalo que não é verdade que ela seja contra o casamento gay, que o apoio a união entre homossexuais está em seu programa de governo e postou o link para ao site com o documento.

Em seguida, o ator pediu uma versão em inglês do programa de governo da candidata para confirmar a informação. Após receber o documento, por meio do Twitter de campanha, Ruffalo perguntou se a candidata é realmente “pró-casamento gay”. Mas o perfil de Marina Silva não respondeu a questão. Por conta da repercussão, muitos eleitores de Marina no Twitter mandaram mensagem para Ruffalo alertando que a candidata é a favor da união civil de pessoas do mesmo sexo, mas contra a utilização do termo “casamento”, que considera sagrado.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook