Press "Enter" to skip to content

VIDEOS: Manifestantes da Kenosha vandalizam as ruas apesar do toque de recolher pela segunda noite consecutiva

Os tumultos começaram depois que a polícia disparou pelo menos sete tiros contra Jacob Blake, um homem negro de 29 anos, no domingo.

Edifício da Divisão de Correções Comunitárias incendiado durante protestos em Kenosha, Wisconsin, EUA, 24 de agosto de 2020.
Edifício da Divisão de Correções Comunitárias incendiado durante protestos em Kenosha, Wisconsin, EUA, 24 de agosto de 2020.

Outra noite de tumultos e vandalismo abalou a cidade de Kenosha, Wisconsin, onde manifestantes incendiaram lojas e carros e confrontaram a Guarda Nacional e a polícia.

O toque de recolher que entrou em vigor às 20h (horário local) de segunda-feira não impediu que os manifestantes, alguns deles armados, tomassem as ruas de Kenosha pela segunda noite consecutiva. A polícia respondeu com balas de borracha e gás lacrimogêneo.

Os protestos foram acompanhados por atos de vandalismo, e alguns manifestantes incendiaram caminhões de lixo estacionados perto do palácio da justiça da cidade e veículos forma vandalizados. As imagens mostravam um homem jogando um coquetel Molotov em um caminhão.

Houve também um incêndio em uma instalação do Departamento de Correções de Kenosha. Depois de danificar a propriedade pública da cidade, os manifestantes dirigiram sua raiva a empresas privadas e alguns incendiaram várias empresas, incluindo uma loja de móveis.

Os protestos começaram depois que um oficial atirou em um negro supostamente desarmado pelo menos sete vezes pelas costas, no domingo passado. A vítima, identificada como Jacob Blake, de 29 anos, está hospitalizada em estado grave, “Ele tem lutado por sua vida”, disse sua mãe em 25 de agosto, enquanto os advogados da família disseram que o homem está atualmente paralisado depois que balas danificaram sua coluna vertebral.

“Será preciso um milagre para Jacob Blake Jr. andar novamente”, disse o advogado Ben Crump. O advogado Patrick Salvi disse durante a mesma coletiva de imprensa que pelo menos uma bala atravessou parte ou toda sua medula espinhal, enquanto o homem “tem buracos no estômago”, teve “quase todo seu cólon e intestino delgado removidos”, e sofreu danos renais e no fígado, além de ter sido baleado em um braço.

A cidade se tornou o novo epicentro dos protestos raciais após a morte de Jacob Blake.

As imagens dos eventos mostram o cidadão caminhando em direção a uma van seguida por dois policiais, quando um deles abriu fogo sobre a vítima ao abrir a porta do veículo.

O Departamento de Polícia de Kenosha não explicou as causas do tiroteio. Na segunda-feira, o Departamento de Justiça de Wisconsin disse que os oficiais envolvidos no incidente haviam sido colocados em licença administrativa.

Tradução e adaptação de conteúdo por Guia Global.
Conteúdo originalmente publicado em RT