Press "Enter" to skip to content

Rússia conclui os testes clínicos de sua vacina contra o covid-19

A vacinação em massa entre a população está prevista para outubro, anunciou o ministro russo da Saúde.

Análise de sangue em voluntários em um hospital na província de Moscou, Rússia, 15 de julho de 2020.Ministério da Defesa da Rússia
Análise de sangue em voluntários em um hospital na província de Moscou, Rússia, 15 de julho de 2020.Ministério da Defesa da Rússia

Mikhail Murashko, Ministro da Saúde da Rússia, confirmou que a fase de ensaios clínicos da vacina elaborada pelo Centro Nacional de Investigação de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya foi concluída em conjunto com o Ministério da Defesa russo. O conjunto de documentos necessários para o registro do medicamento está agora a sendo preparado.

Uma vez obtido o certificado de registro, a vacina começará a ser fornecida entre a população. Os primeiros a serem vacinados serão os membros de grupos especiais como médicos e professores. “” Haverá mais observações de pacientes vacinados”, explicou Murashko, acrescentando que a vacinação em massa está prevista para outubro.

O Ministério da Defesa enfatizou que os resultados dos testes mostram inequivocamente o desenvolvimento de uma resposta imune em todos os voluntários, sem efeitos colaterais, complicações ou reações indesejadas.

O ministro da Saúde também disse que outra vacina, desenvolvida pelo Centro Estatal de Pesquisa em Virologia e Biotecnologia Véktor em Novosibirsk, está sendo submetida a testes clínicos.

Na semana passada, o primeiro-ministro da Rússia, Mikhail Mishustin, anunciou que 17 organizações científicas estão desenvolvendo mais de 25 vacinas diferentes contra o novo coronavírus. Até agora, a Rússia registrou 845.443 casos positivos e 14.058 mortes por covid-19.

Tradução e adaptação de conteúdo originalmente publicado em RT