Press "Enter" to skip to content

Estamos na corrida, NASA! China confirma lançamento em julho do primeiro Rover em Marte, que rivaliza com a missão Perseverance

Com uma janela de oportunidade para enviar robôs para Marte abrindo em julho, Pequim planeja lançar sua missão Tianwen-1 mais cedo do que era previsto, e pode ser lançada antes da expedição Mars 2020 da NASA.

Arquivo: O foguete Long March-5 Y3 no Centro de Lançamento Espacial Wenchang. © China Daily via REUTERS
Arquivo: O foguete Long March-5 Y3 no Centro de Lançamento Espacial Wenchang. © China Daily via REUTERS

As duas missões científicas para o Planeta Vermelho envolvem ambas o lançamento de um rover em sua superfície, mas para Pequim será uma primeira tentativa. A missão chinesa pode, no entanto, começar um pouco à frente da americana. A China Aerospace Science and Technology Corporation disse no domingo que está visando um lançamento em julho para o Long March 5 Y4, que levará um veículo orbital e um rover para Marte.

O lançamento do Mars 2020 da NASA está programado ser realizado no período entre 17 de julho a 5 de agosto. Além do rover Perseverance, planejam enviar um pequeno drone de vigilância aérea chamado Ingenuity, que irá explorar locais para o rover e como chegar lá.

A missão chinesa é parte dos esforços do programa espacial chinês para alcançar e superar outras nações avançadas na corrida espacial. A parte mais desafiadora é pousar em Marte – uma solução que os engenheiros chineses encontraram usando uma combinação de um sistema de pára-quedas, propulsores retroativos e um airbag para o pouso final. A sonda Schiaparelli da Agência Espacial Europeia por exemplo tentou pousar na superfície de Marte em 2016, mas caiu devido a uma falha no computador.

A China enviou com sucesso dois rovers para a Lua, em 2013 e 2019, como parte de seu programa de exploração Chang’e. A ambiciosa visão espacial de Pequim para o futuro inclui uma missão lunar tripulada e uma estação espacial nacional tripulada.

Este ano, abre-se uma janela de oportunidade para as missões a Marte, uma vez que a distância da Terra é a mais curta, no período entre o final de julho até o início de setembro. Uma terceira expedição chamada Al Amal, ou “Esperança” em árabe, está sendo preparada pelos Emirados Árabes Unidos. O primeiro orbitador de Marte Árabe foi desenvolvido em colaboração com várias universidades americanas e será lançado com um foguete japonês H-IIA.

Tradução e adaptação de conteúdo originalmente publicado em RT