Press "Enter" to skip to content

Brasil registra o dia mais letal da pandemia com 1.188 mortes de coronavírus e soma 20.047 falecidos

O Ministério da Saúde relatou que o país registra 310.087 infectados.

Transporte do caixão de Valnir Mendes, no Cemitério Inhauma, Rio de Janeiro, 18 de maio de 2020. Ricardo Moraes / Reuters

Nesta quinta-feira, dia 21, o Brasil registrou o dia mais letal desde o início da pandemia do coronavírus, registrando 1.188 mortes nas últimas 24 horas. No total, o país soma 20.047 mortes.

O Ministério da Saúde do Brasil registrou 18.508 novos casos confirmados de covid-19, representando um aumento de 6,3% sobre o dia anterior. Ao todo, o Brasil atingiu 310.087 infecções detectadas.

Do total de casos confirmados, 164.080 estão sob supervisão médica e 125.960 pacientes recuperados da covid-19, de acordo com informações do Ministério da Saúde.

Até hoje, três em cada cinco cidades do Brasil relatam pelo menos um caso confirmado do novo coronavírus. Por Estado, São Paulo tem o maior número de mortes por covid-19, com 5.363, seguido pelo Rio de Janeiro, com 3.237 mortes, e Ceará, com 1.900.

Na quinta-feira, as autoridades sanitárias confirmaram que há 46.438 pacientes hospitalizados com coronavírus. Entretanto, o Sistema de Informações de Vigilância de Gripe investiga outras 50.589 pessoas que foram hospitalizadas.

Terceiro país com mais contágios

Na última semana, o Brasil tornou-se o terceiro país com mais casos confirmados de coronavírus, atrás apenas dos EUA e da Rússia, que registram 1.573.742 e 317.554 infecções acumuladas, respectivamente.

Enquanto a crise da saúde se agrava no país, dois ministros da saúde – Nelson Teich e Luiz Henrique Mandetta – se demitiram por divergências com o presidente Jair Bolsonaro, que favoreceu a atividade econômica em detrimento das medidas de isolamento social recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Desde quarta-feira, 20, o país teve 291.579 infectados e 18.859 mortos pelo novo coronavírus.

Tradução e adaptação de conteúdo originalmente publicado em: RT