Press "Enter" to skip to content

Diretor da OMC, Roberto Azevêdo, anuncia que renunciará ao cargo em agosto

Seu anúncio indica que deixará seu cargo na organização internacional um ano antes do fim do mandato.

Diretor da OMC Roberto Azevêdo – Denis Balibouse / Reuters

O diplomata brasileiro mencionou que se tratava de uma decisão pessoal que também era do interesse da OMC, sem especificar detalhes.

A demissão surge num momento crucial para o órgão, que viu o seu papel na resolução de disputas comerciais minado após uma decisão de bloquear a nomeação de juízes por Washington ter paralisado o seu principal instrumento de recurso.

A OMC, hoje em dia, não conta sequer com um tribunal, já que a Casa Branca vetou a nomeação de juízes para o Órgão de Apelação, isso abalou profundamente o funcionamento das regras internacionais do comércio.

Membros como os EUA, o Japão e a União Europeia têm pressionado a OMC para reformas fundamentais e para a implementação de regras comerciais globais que reflictam novas realidades, especialmente uma China muito mais forte.

Fonte RT