Press "Enter" to skip to content

Argentina: Autoridades locais fazem uma festa em plena quarentena e agridem policiais que chegaram ao local

Uma policial foi ferida na cabeça e teve que ser hospitalizada.

Foto: TN y La Gente)

Vários agentes da Polícia de Perito Moreno, em Santa Cruz no sul da Argentina, compareceram neste domingo a uma fazenda perto do Clube Hípico da localidade depois de receberem uma denúncia sobre uma festa que acontecia no local, apesar das restrições que regem o país devido à pandemia de coronavírus. O episódio resultou num desentendimento que envolveu Mauro Casarini, prefeito da localidade e parentes, incluindo sua prima, a vereadora Valeria Casarini, informa o jornal local TN.

Quando os agentes chegaram ao local, eles conversaram com os convidados do evento. Algumas pessoas decidiram sair, enquanto outras reagiram com violência. Os envolvidos são parentes de Mauro Casarini, prefeito da cidade acima mencionada. Dois policiais ficaram feridos, uma policial sofreu um corte na cabeça e ficou inconsciente. Uma mulher de 40 anos e seu marido, primo do prefeito foram presos.

Um dos policiais feridos em Santa Cruz. (Foto: Facebook / Nadia Ricci).

No momento da prisão, a vereadora Valeria Casarini interveio na detenção e também foi presa. Seis horas depois as duas mulheres foram libertadas, enquanto a prima do prefeito terá de permanecer detida enquanto prosseguem as investigações por agressão à autoridade.

A policial ferida foi levada ao hospital da localidade e, posteriormente, ingressou em outro centro maior, porque apresentava uma inflamação na parte esquerda do cérebro.

Com informações de RT e TN