Press "Enter" to skip to content

Dois empregados de Mcdonald’s são baleados por impedir aos clientes comer no local devido ao coronavirus

Atos de violência similares e pela mesma causa têm ocorrido em várias cidades dos Estados Unidos.

Imagem Ilustrativa – Boyers / Reuters

As tensões entre aqueles que tentam fazer cumprir as medidas que impedem a expansão do covid-19 e aqueles que começam a violar o isolamento aconselhado, aumentam perigosamente nos Estados Unidos.

Um dos fatos mais chocantes ocorreu nesta última quarta-feira na cidade de Oklahoma, quando dois empregados do Mcdonald’s sofreram ferimentos de bala -um em uma perna, e outro no ombro- depois de informar dois clientes que a área de alimentação estava fechada devido às restrições impostas no meio da pandemia, informou a imprensa local.

Ambos os trabalhadores estão fora de perigo, e os suspeitas foram detidas posteriormente, embora ainda não se saiba quais as acusações que enfrentam.

Por outro lado, em Michigan, um segurança de uma loja recebeu um tiro letal depois de dizer a um cliente que tinha que colocar uma máscara, de uso obrigatório em todas as lojas desse Estado.

Além disso, no sul da Califórnia, um cliente ignorou as exigências de um trabalhador de uma mercearia, que lhe pedia que tirasse o que aparentava ser um capuz da Ku Klux Klan.

Publicado originalmente : RT
Traduzido e adaptado para o Português